sábado, 6 de setembro de 2014

Continuo na mesma miséria, fazendo as mesmas coisas...
Hoje assisti um filme que uma colega do curso me emprestou "The Wall" do Pink Floyd, e bem, minha vida se resume a vida do ator principal... ficar parada em frente a tv tendo devaneios e sonhos estranhos.
Na quinta, a "esposa" do meu primo tentou se matar enforcada, foi uma confusão só. Eu fui a única que compreendi porque a vida dela está um desgraça, ela só tem 16 anos, meu primo é um viadinho, pra completar eles tem uma filha pequena e moram com minha tia... enfim.
Isso tudo me fez pensar em suicídio novamente... as pessoas a minha volta vivem se matando (ou tentando nesse caso) eu já nem tento mais.
Todos os meus colegas estão eufóricos/nervosos/super nerds por causa do ENEM e dos vestibulares chegando, e eu, estou na mesma depressão paralisante que estava no início do ano. É assustador saber disso e que essa minha falta de estudos e de esforço diminuem mais ainda as minhas chances de passar  (minhas chances: -100%). Mas eu não posso pirar agora porque se eu começar, bem, não parar mais e talvez eu termine internada num hospital psiquiátrico com um monte de gente louca, como a menina que citei acima. Eu espero que ela saia de lá, e que melhore, porque no fim das contas, só os suicidas e os deprimidos se entendem de verdade.

                          "Você não pode entender o que você nunca sentiu".